11.5.07

GALEG@S NA BEDETECA

Daqui a nada:




No próximo dia 11 de Maio (Sexta-Feira), pelas 19h, a Bedeteca inaugura a exposição "A Banda Desenhada Galega", uma mostra retrospectiva sobre a evolução da banda desenhada na Galiza. Uma história protagonizada por mais de duas dezenas de autores e que incluiu muitos originais.

Fausto Isorna, autor e um dos comissários desta exposição estreada em Madrid no final do ano passado, estará presente na Bedeteca no dia da inauguração e assegurará uma visita guiada à exposição.

A mostra está organizada em função de quatro períodos - Os pioneiros; O underground; A industria; O presente – através dos quais se acompanha o evoluir da bd, um progresso que teve nos fanzines e revistas a sua principal fonte impulsionadora. A mostra parte dos anos 70, com as obras de Raimunda Patiño e Xaquín Marín, de marcado cunho político. A década seguinte está intimamente ligada ao movimento dos fanzines e das revistas. Foi um autentico «Boom» e muitos dos títulos então lançados são verdadeiras lendas como, "Can sin dono", dirigido por Pepe Carreiro (Vigo); "Frente Comixario", do Colectivo Pestiño (Ourense); "Valiundiez", criada por Fausto Isorna, o comissário. Estavam então criadas as condições para que a industria editorial aposte na bd. Essa é a grande marca dos anos 90 e "Golfiño" a sua maior produção. A viragem para o século XXI é, pois, concretizada por autores, editores e público com a confiança que assiste a todos os que são herdeiros de um “know how” adquirido com muitas experiências comuns e que se traduz em publicações de êxito como, "Barsowia" ou "BD Banda". Entretanto, “La Historieta Gallega” prossegue sem fim à vista.

A presença desta exposição na Bedeteca insere-se na Semana de Cultura Galega, que decorre de 11 a 17 de Maio, uma iniciativa da Cátedra de Estudos Galegos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e do Centro de Estudos Galegos da Universidade de Lisboa, com o apoio da Junta da Galiza.

Durante o período da sua permanência no Palácio do Contador-mor, nos Olivais, a equipa da Bedeteca organiza visitas guiadas e ateliês de BD, destinados a grupos escolares (crianças a partir dos 8 anos) e ao público em geral. A participação é gratuita e estão previstos dois horários diários, de segunda a sexta-feira: 10h30 e 14h30.

A exposição estará patente até 17 de Junho no horário normal de funcionamento da Bedeteca.

1 comentário:

André Martins disse...

Uma mosquinha disse-me que essa retrospectiva vem ao Porto, em finais de Junho.