15.10.07

FIBDA 07

A 18ª edição do Festival Intenacional de BD da Amadora inaugura na próxima sexta-feira, dia 19. No núcleo central do Festival, novamente situado no Fórum Municipal da Brandoa, podem ver-se, entre outras, as exposições de Salazar, Agora na ora da Sua Morte, de João Paulo Cotrim e MIguel Rocha, uma retrospectiva do trabalho e Alain Corbel, uma exposição dedicada às dez personagens mais votadas no inquérito sobre as 100 bd's do século XX ou uma colectiva de cinco autores (Ilan Manouach, Warren Craghead III, Fábio Zimbres, Lee, Hye-rim e Frédéric Coché) pouco divulgados entre nós e com um trabalho que ajudará a pensar a banda desenhada em parâmetros um bocadinho diferentes do que é habitual. Haverá ainda espaço para as exposições dedicadas ao público mais novo, onde se destaca o trabalho da Planeta Tangerina (com os livros Pê de Pai, de Isabel Martins e Bernardo Carvalho, e Uma Mesa É Uma Mesa. Será?, de Isabel Martins e Madalena Matoso).
Por outros espaços da cidade, espalhar-se-ão mais algumas exposições: uma retrospectiva de Ziraldo, na Galeria Municipal, as ilustrações de Teresa LIma para o premiado Histórias de Animais, de Rudyard Kipling, na Casa Roque Gameiro ou o espaço dedicado ao cartoon nos Recreios da Amadora.



Nos próximos dias, daremos mais novidades sobre o FIBDA, que poderão ir acompanhando aqui, no site do CNBDI.

1 comentário:

Universidade de Yôga na Amadora disse...

BD Amadora :)

Fantástico! Um belo evento da Cidade Amadorense.

A Universidade de Yôga da Amadora, reconda a todos os alunos, quer os mais antigos como os iniciantes, a visita a esta bela exposição.

SwáSthya!